segunda-feira, 29 de outubro de 2007

É impossível deixar de falar das flores.


26/06/2002

Déborah é uma flor enviada por Deus em forma de um pequeno anjo.
A poesia que transpira esta flor, fez-me poeta, e eu percebi que era um beija-flor, que precisava dela mais do que ela de mim.
Vivo meus sonhos, que sejam impossíveis enquanto sonho, mas minha felicidade só por sonhá-los é bem real. Sofro, ah ! Como sofro ao vê-la querendo se comunicar comigo! E eu, na minha deficiência de perfeição, entendo-a menos do que ela a mim. Então, se os sonhos me fazem sorrir, porque não sonhá-los? Não fujo de minha realidade, nem sou hipócrita para não reconhecer que não choro com o seu silêncio petrificado no olhar perdido, no entanto, aprendi com os beija-flores a não cobrar isso da flor, se elas já nos dão o seu perfume.

Um comentário:

Ana disse...

Deus sempre da forças as pessoas, e se confia uma missao para alguem, é por que sabe que ela tem a capacidade de assumir destemidamente e com amor a missao confiada. Creio que foi por isso que Deus deu uma flor tao especial, repleta de ternura, mesmo envolta em silencio, transmissora de paz e serenidade a um beija flor igualmente especial!
Parabens por sua dedicaçao